Veni, vidi, vici

Um dia eu fui.
Vi pessoas idosas que possuem famílias e outras que apenas foram depositadas por lá. Sozinhas, orfãs de familiares.
Fui para vencer algumas barreiras e pôr em prática tudo aquilo que aprendi nos últimos anos na doutrina que sigo.
Não é tão difícil assim dar Amor. Melhor, doar.
Não é tão difícil estar ao lado de pessoas que parecem nasceram para tal gesto.
Não é tão difícil se livrar de alguns conceitos.
Não é tão difícil sentir todas as sensações, benfazejas ou não.

Difícil é cair em si e imaginar que todos nós podemos passar por um momento como este. Tomare que lá na frente muitas pessoas estejam dispostas a cuidar e amar.
O mundo precisa disso.

Assim seja.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: